///////

Tem alguma dúvida?
Fico feliz em ajudar!

Mundo Agrícola

8 dicas para o plantio de café

03 Aug 20
2 min
01

O café é uma das bebidas mais consumidas no mundo, por isso seu plantio é uma excelente fonte de rendimento. Quer saber mais como cultivar café? Confira!


O café é um dos grãos mais históricos e cultivados pelo país. E o gosto pela bebida tem levado o Brasil a se destacar no mundo.

Nosso país é o segundo maior consumidor mundial, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Aqui são produzidas 1,3 milhão de toneladas de café por ano, cerca de 30 % do mercado mundial.

 Seja in natura, ou pronto para o consumo, o plantio de café se apresenta ainda como uma excelente fonte de renda, já que possui grande aceitação no mercado nacional e internacional.

8 dicas para quem está pensando em começar o plantio de café:

1. Escolha a área de plantio

Ela deve, de preferência, ser plana ou suavemente ondulada. Não é aconselhável o uso de terrenos com muita declividade. Esse ponto deve ser levado em consideração também no modo de colheita – manual ou mecanizada.

2. Faça a análise e correção do solo

Cada lavoura precisa de uma quantidade de nutrientes para ter o melhor rendimento. Para isso, é preciso uma boa análise de solo. E, com os resultados dessa análise, você consegue fazer a correção do solo, repondo o que falta de nutriente para o plantio de café.

3. Defina a variedade que será plantada

Na escolha do tipo de café, deve-se ter em mente o manejo, pois cultivares mais vigorosas e produtivas são mais exigentes em fertilidade e podas. E cultivares suscetíveis a doenças/pragas precisam de maiores cuidados fitossanitários.

4. Preste atenção no espaçamento

O espaçamento no plantio de café impacta diretamente a produtividade e a longevidade da lavoura. Quando é adotada uma distância correta entre as plantas e as linhas, reduzem-se substancialmente os custos com insumos.

5. Oriente o plantio de acordo com a exposição ao sol

A exposição ao sol também influencia muito o plantio de café. A insolação excessiva, especialmente em altitude menor, pode ser danosa ao cafeeiro. Nesse caso, recomenda-se planejar a arborização como forma de amenizar tal efeito.

6. Faça a adubação do solo

 

Faça a análise de solo pelo menos até a camada de 40 a 60 cm. Essas amostras mais profundas não precisam ser feitas todo ano, mas podem ser feitas a cada 2 ou 3 anos para fins de monitoramento da fertilidade.

7. Pesquise o controle de pragas e doenças

Algumas pragas do cafeeiro já são históricas no Brasil, como o bicho-mineiro e a broca-do-café. Além de outros insetos, fungos e ácaros. Ou seja, o monitoramento de agressores é essencial.

8. Faça o correto armazenamento da colheita

Depois da colheita um dos maiores desafios para muitos cafeicultores é onde e como armazenar a produção. Essa preocupação se dá, porque guardar o café de forma inadequada é um dos principais motivos da perda de qualidade. As sacas devem ser monitoradas constantemente, pois uma pode contaminar outras.

É sempre bom lembrar que as condições para o plantio de café variam de acordo com cada solo e região do país. Por isso, procure pesquisar o que melhor se adapta ao seu caso.

Quer ter acesso a mais conteúdos sobre agricultura? Então confira o blog do Consórcio New Holland e fique bem informado!



Por Consórcio New Holland
Somos o consórcio para você conquistar o novo maquinário para a sua produção com o melhor negócio.

Fique por dentro de nossas novidades!